quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Desenhos Pornô

Eu não sou muito de ficar pelo YouTube procurando o que fazer. Mas entrei hoje e esse vídeo estava entre os recomendados. Como eu nem gosto de desenhar, me chamou a atenção já pelo título, mas não imaginei que seria tão bom. O cara manja muito!!  


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Momento poetisa




Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá,
todos os dias de manhã
ele vem para me acordar







quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Hora do Doce!

Negrinho, também conhecido como Brigadeiro nas outras regiões do Brasil, será a sobremesa de hoje. Assim como foi a de alguns dias atrás e alguns dias antes desse. Aqui em casa é clássico o negrinho de microondas. Como sou uma pessoa muito legal vou pôr a receita aqui para todos que não tem esse costume de usar o micro ao invés de sujar panelas e criar bolotas no doce. Aqui é rápido, fácil, prático e yummy!!

Primeiro se pega uma latinha/caixinha de leite condensado da sua preferencia. Hoje estamos usando um novo que apareceu nas prateleiras do Zaffari há umas semanas, não é o Moça, mas é mais barato e bom para cobertura de bolo. O nome dele é Triangulo, suponhamos que seja mineiro. 

Ponha o seu leite condensado a sua escolha em uma vasilha de vidro alta, se for baixa a mistura vai esquentar e ele vai transbordar e sujar todo o microondas(não é legal e as mães ficam brabas com a sujeira!). Nescau a gosto e eras isso. Tem gente que põe margarina ou manteiga, mas eu, depois de muitos estudos de química decidi tirar essas coisas da minha vida. Claro que não vou tirar margarina da minha vida, mas sempre que der pra evitar, evitaremos! 

Bom, misturem o LC com o Nescau. Três minutos no micro, tira para mexer, cuidado para não queimar a mão e mais 3 minutos. Mexa uma última vez e está pronto para ser atacado.

Delicie-se com moderação! Afinal, o verão vem aí.. 

sábado, 6 de agosto de 2011

Paula&Pi

Bom, acabei de assistir ao filme Julie&Julia. Fazia já bastante tempo que eu olhava para ele na locadora, mas sempre acabava alugando algum outro filme no lugar. Hoje, sozinha, decidi trazê-lo comigo para casa. Boa decisão.

É um filme cansativo, ou pelo menos foi para mim que também já estou cansada após um longo dia, e fala de uma mulher (Julia) que escreve sobre outra mulher (Julie). Eu não vou contar o filme, mas vou contar o que veio a minha cabeça ao assisti-lo: Pois bem, a Julia escreve um blog, nele cria um desafio para si mesma: Fazer todas as receitas do livros de receitas de Julie Child em 365 dias.

Hoje é muito comum vermos blogs assim por aí. Tantos dias para perder tantos quilos; tantos meses para juntar não sei quanto dinheiro; deixar de ser consumista; não olhar no espelho por um ano(uma americana, só podia ser ideia de americanos né..). Mas anyway, pensei sobre o meu blog, que nem sei bem porque criei, nao sei se alguém realmente o lê, nem sei se é interessante, venho aqui de vez em quando, escrevo umas bobagens, copio outras e devaneio, assim como faço agora, na maior parte do tempo.

Ao fazer o blog eu não criei um objetivo, ou um assunto x ou sei lá. O meu primeiro blog sim, falar sobre uma experiência que poucos conhecem, mas isso passou, eu já não tenho novidades, ou curiosidades, mas estou aqui. Acho que gosto daqui, mesmo que ninguém leia, é bom estar aqui. É uma maneira de estar em contato com o mundo, mesmo ele não estando em contato comigo, ou talvez de me tornar imortal, o que pode não ser muito bom, afinal de contas, todas esses blá blá blás estão para “todo o sempre” perdidos na internet. Bom, de alguma forma tenho que me “imortalizar”, pois não me imagino sendo imortalizada em um livro de história, já que não tenho um título nobre, não tenho perfil para mártir ou presidente da república. Também não imagino que algum dia vão fazer um filme sobre a minha vida (como fizeram com a Julie e a Julia), ou escrever um livro. Mas caso um dia, após a minha morte, alguém tiver interesse em fazer um filme, ou um livro sobre a minha vida, aqui deixo registrado um pouco de material a respeito.

Life of Pi(olhe na foto ao lado, existe número mais imperfeito e, ao mesmo tempo perfeito, do que o Pi??), aqui que a vida após a criação do blog ficou mais complicada, o Pi 3,14, que tem até participado muito da minha vida nos meus estudos matemáticos, está sempre presente para complicar. Eu não sei se o meu destino está nos números, como em Pi, ou nas palavras, como no blog, mas por enquanto eu junto as duas coisas em uma só. Como diz Saramago no livro A História do Cerco de Lisboa, as palavras estão aí, como que penduradas em uma árvore, basta estendermos a mão para alcançá-las, qualquer uma delas. Já os números... um amigo me disse há uns dois dias, a matemática é legal pois é exata, não comete erros, a matemática é perfeita.

A Júlia, do filme, começou um blog por alguma razão desconhecida. Palavra por palavra, ela selecionou, apanhou-as todas de sua árvore de palavras. A sorte de Julia foi que a matemática de seu blog era exata, deu certo no final, apesar de todas aquelas difíceis equações no meio.

Para quem gosta de um bom filme, assista Julie&Julia, para quem não gosta, assista mesmo assim. 

Bom domingo a todos.

P.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Poema Dadaísta

Virei poeta, me descobri como uma grande poeta Dadaísta, aqui deixo a minha complexa poesia. Juntei umas palavras e, sorteando-as, coloquei-as em ordem, formando esse poema inspirado no Dadaísmo. 

Artistas contêineres português não boa atrasado câmera para produtor podemos do valor se retificação decidir reabriu publicações nova melhor. Com fera baixar além devido recebe teve obtido cuja saiba renda eu região comparo.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A mulher de cada signo por Vinícius de Moraes - Fotos: Vogue


Touro (21 de abril a 21 de maio)
 O que é que brilha sem ser ouro? 
A mulher de Touro
É a companheira perfeita
Quando levanta ou quando deita.
Mas é mulher exclusivista
Se não tem tudo faz a pista.
Depois que dona de casa…
E a noite ainda manda brasa.
Sua virtude: a paciência
Seu dia bom: a sexta-feira
Sua cor propícia: o Verde
As flores do seus pendores:Rosa, flor de macieira. 



Gêmeos (22 de maio a 21 de junho)


A mulher de Gêmeos
Não sabe o que quer
Mas tirante isso
É uma boa mulher.
A mulher de gêmeos
Não sabe o que diz
Mas tirante isso
Faz o homem feliz.
A mulher de gêmeos
Não sabe o que faz
Mas por isso mesmo
É boa demais… 



Câncer (21 de junho a 23 de julho) 

                                              Você nunca avance com a mulher de Câncer
Seu planeta é a lua
E a lua, é sabido
Só vive na sua.
É muito apegada
E quando pegada
Pega da pesada.
É a mulher que ama
Com muito saber
No tocante à cama
Não sei lhe dizer… 

Leão (24 de julho a 23 de agosto)
A mulher de leão 
Brilha na escuridão.
A mulher de leão, mesmo sem fome
Pega, Mata e come.
A mulher de leão não tem perdão.
As mulheres de leão
Leoas são.
Poeta, operário, capitão
Cuidado com a mulher de leão!
São ciumentas e antagônicas
Solares e dominicais
Ígneas, áureas e sardônicas
E muito, muito liberais 

Virgem (24 de agosto a 23 de setembro) 
Se Florence Nightingale era Virgem Não sei… 
Mas o mal é de origem.
A mulher de virgem aceita a amante. 
Isto é: desde que não a suplante.
Sexo de consumo, pães-de-minuto
Nada disso lhe há de faltar
O condomínio é absoluto
A virgem é mulher do lar.
Opala, safira, turquesa. 
São suas pedras astrais. 
Na cuca muita esperteza
Na existência muita Paz. 

Libra (24 de setembro a 23 de outubro) 
A mulher de Libra Não tem muita fibra
Mas vibra
Quer ver uma libriana contente?
Dê-lhe um presente.
Quando o marido a trai 
A mulher de Librabalança mas não cai.
Se você a paparica
Ela fica.
Com librium ou sem librium
Salve, venusiana
Que guarda o equilíbrioNa corda mais fina.

Escorpião (24 de outubro a 22 de novembro)



Mulher de escorpião
Comigo não!
É Abelha Mestra
É a Viúva Negra
Só vai de vedete
Nunca de extra.
Cria o chamado conflito
De personalidades.
É mãe Tirana.
Mulher Tirana. 
Irmã Tirana. 
Filha Tirana. 
Neta Tirana. 
Tirana Tirana. 
Agora, de cama diz 
Que é boa paca.

Sagitário (23 de novembro a 21 de dezembro)
As mulheres Sagitarianas
São abnegadas e bacanas
Mas não lhe venham com grossuras
Nem injustiças ou censuras
Porque ela custa mas se esquenta
E pode ser muito violenta.
Aí, o homem que se cuide…
– Também, quem gosta de censura?




Capricórnio (22 de dezembro a 20 de janeiro) 
A Capricorniana é capricornial Como a cabra de João Cabral.
Eu amo a mulher de capricórnio
Por que ela nunca lhe põe os próprios.
A caprina é tão ciumenta
Que até o ciúmes ela inventa.
Mulher filé está aí: é cabra
Só que com muito abracadabra.
Suas flores: a papoula e o cânhamo
De onde vem o ópio e a maconha
Ela é uma curtição medonha
Por isso nos capricorniamos. 

Aquário (21 de janeiro a 19 de fevereiro) 

Se o que se quer é a boa esposa A aquariana pousa.
Se o que se quer é uma outra coisa
A aquariana ousa.
Se o que se quer é muito amor
A aquariana
É a mulher macho sim senhor.
Porém não são possessivas
Nem procuram dominar
Ou são meigas e passivas
Ou botam para quebrar. 
Peixes (20 de fevereiro a 21 de março)


Mulher de Peixe, peixe é Em águas paradas não dá pé
Porque desliza como a enguia
Sempre que entra numa fria.
Na superfície é sinhazinha
E festiva como a sardinha
Mas quando fisga um namorado
Ele está frito, escabechado.
É uma mulher tão envolvente
Que na questão do Paraíso
Há quem suspeite seriamente
Que ela era a mulher e a serpente.
Seu Id: aparentar juízo
Seu Ego: a omissão, o orgulho
Sua pedra astral: a ametista
Seu bem: nunca ser bagulho
Sua cor: o amarelo brilhante
Seu fim: dar sempre na vista

Áries (21 de março a 20 de abril)
Branca, preta ou amarela
A ariana zela.
Tem caráter dominador
Mas pode ser convencida
E aí, então fica uma flor:Cordata… e nada convencida.
Porque o seu denominador
É o amor.
Eu cá por mim não tenho nenhum preconceito racial:
Mas sou ariano!







Por Vinícius de Moraes
Ocorreu um erro neste gadget