sábado, 10 de setembro de 2011

Pombas




Quem já não teve de desviar de uma pomba que voava em sua direção? Quem não tem nojo de pompa? Quem nunca chutou uma quando criança? O problema é quem ainda as chuta, mesmo depois de crescido. 

As pombas são sujas, sim. 
Porque? 
Porque comem lixo. 
Porque que as pombas nos parques de Londres não são sujas? 
Porque não comem lixo. 
Ah, então são pombas mais refinadas. 
Não. São exatamente as mesmas!! 

Eu defendo as pombas, assim como os cuscos de rua. Esses bichos são o que são por influência nossa. Eu considero o ser humano o bicho mais podre de todos. Jogamos lixo no chão, não nos importamos em separá-lo, em cuidar do que temos, do nosso habitat, criamos tanto lixo que já não se sabe mais onde enfiar. E quem sofre as consequências são as pombas. Eu tenho dó das de Porto Alegre, algumas têm uma só pata, outras tem patas cortadas, sem garras. As pessoas acham tão divertido maltratar os pobres animais... Há uns anos me choquei ao ver uma pomba crava na grade de uma casa. Morta, obviamente. Em pensar que os infelizes estavam rindo muito ao fazer uma crueldade dessa. Será que ririam se houvesse uma inversão de papéis? 
Nós destruímos o mundo, nós tiramos os bichos de seu habitat natural, nós acabamos com seus predadores, com seu alimento. Se Deus existe, hoje ele deve estar terrivelmente arrependido de ter criado esse ser tão destrutivo que é o ser humano. 
E as odiadas são as coitadas das pombas.... Que aliás, são o símbolo da paz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget