quinta-feira, 28 de abril de 2011

Redações

Essa semana tive uns minutinhos com uma professora de redação, ela me deu umas dicas e umas criticas sobre o meu modo de escrever. Achei que seria legal, talvez, postar aqui algumas das redações que eu for fazendo, a ideia foi dada pela própria professora. A Dessa semana foi sobre a leitura na vida das pessoas, tema do ENEM de 2006 e eu tirei nota de 7,5 sobre 10 pontos, é uma pena que o tamanho limite de 30 linhas me prejudicou, tive que cortar um pedaço dos dois últimos parágrafos... 7 era a nota que eu geralmente tirava no colégio, as vezes me puxava e ali saía um 8,3, as vezes deixava e o 6 aparecia no topo da folha de redação. Agora menos que 7,5 não pode mais! 



O Prazer de Ler

Mundos mágicos, reais ou não, fazem parte de um dos maiores e mais importantes prazeres da vida, a leitura. Infelizmente muitas pessoas no Brasil ainda não sentem prazer ao ler uma boa história. Já os que gostam não trocariam isto por nenhum programa de televisão. Trocam livros com amigos, ficam atentos aos lançamentos e adoram visitar livrarias ou sebos.

Pegar o controle remoto e, confortavelmente, sentar em frente à televisão é muito mais fácil do que abrir um livro. Aparentemente, ler ainda não é um hábito comum entre brasileiros; Assim então, são poucos os que sabem do prazer de entrar em uma história, em um lugar diferente que, muitas vezes, só existe do jeito que imaginamos. Um mundo que acaba sendo só nosso, cujo controle pertence exclusivamente a cada um de nós. Os que não têm este hábito não entendem os colecionadores de obras e, geralmente, veem este ato como fútil e/ou desnecessário.

Para os amadores da arte literária, ter um exemplar consigo faz parte do seu dia a dia, não importa onde a pessoa esteja. Não há nada como abrir um livro pela primeira vez, um livro novo, ainda cheio de histórias inexploradas. Sentimos então o interessante prazer de folhear aquelas páginas ainda virgens.

A leitura deve ser apresentada para as crianças ainda na infância. Com o hábito de, pelo menos, um livro por dia é como se forma um leitor. Isto estimula a criatividade infantil e adulta, e muitas vezes nos envolvemos nas obras, nos emocionando junto ao personagem, rimos, choramos. Leitores vivem mais do que o esperado, vivem outras vidas, outras realidades. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget