segunda-feira, 30 de maio de 2011

Discussão Matinal

Primeiros não pensamos em nada, nossos pensamentos estão tão longe que não conseguimos, após alguns minutos, nem mais lembrar por onde andavam. De repente um barulho muito chato e irritante toma conta dos devaneios, que logo se vão, dando lugar a irritação. É aí que acordamos e tateamos a cama em busca do maldito produtor daquela coisa tão incômoda. O despertador para e uma guerra dentro do nosso cérebro começa, o dia ainda está escuro, a lua ainda no céu e uma vontade imensa de virar pro lado e ignorar o mundo toma conta de nós.
A Razão fala então por ela, é hora de acordar, você tem responsabilidades. A Preguiça rebate, dando uma ideia, e se matarmos o banho? O Bom Senso declara que ai começaremos o dia de uma péssima maneira, cara amassada e cabelo desgrenhado. A Razão volta a ter a palavra, Paula, você vai se atrasar!!
Este foi um dia em que a preguiça perdeu a batalha, a Força de Vontade viu que teria de dar um jeito na situação e a pôs de escanteio. Levantei num pulo e fui pro banho, afinal, já estava três minutos atrasada. Por três minutos eu perco o trem, assim o meu lugar favorito na sala de aula e assim a companhia dos meus colegas.  
Todo o dia é a mesma coisa, a mesma discussão. As vezes quem fica de escanteio é o banho, mas vinte minutos depois o despertador toca novamente e a mesma peleja começa pela segunda vez no dia. Já faz mais de dois anos que tenho que acordar as 5:30 da manhã, admito que ultimamente a Preguiça tem menor poder nessas frequentes discussões internas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget