terça-feira, 17 de maio de 2011

A grande sacola branca

Caí na depressão nesses últimos dias. Nada dando certo, saudade imensa do que vivi nos Estados Unidos e ainda não conseguia me concentrar nos estudos. É realmente complicado prestar atenção no estudo quando a cabeça está cheia de coisa. No domingo me dei conta de que não era só a cabeça que estava cheia de coisas antigas, mas o meu quarto também. Aquelas coisas que vamos acumulando, que irmãos mais novos herdam e ficam com aquele compromisso de guardar. Gibis, livros, papelada de colégio, material de inglês e, por incrível que pareça, milhões de dicionários, de português, alemão, inglês e espanhol, antes eu fosse poliglota.
Peguei um saco plástico bem grande comecei a jogar muitas coisas lá dentro. Separei os livros pra ver quem queria o que, o que guardar, o que doar. Limpei tudo, agora só falta achar um destino para o computador antigo e para um criado mudo que já esvaziei para dar fim também. Impressionante como tudo melhorou, passou a deprê, consegui voltar a estudar, ainda faço perguntas pra minha bola oito, coitada, mas estou até mais entusiasmada com o futuro, seja ele qual for.
Como é bom começar a semana com uma maré de otimismo, até a lua está mais bonita!!! (Dizem que ela influencia na maré, talvez tenha influenciado na minha). Aliás, está magnifica né, e na hora em que nascera então, vermelhona, uma loucura. As saudades não passaram, nem as preocupações se foram, só o que se foi é papel e tralhas, mas parece que é uma preocupação a menos, um obstáculo a menos, uma coisa a menos a ser feita. Também senti que estava com outro animo na aula.
Ainda tenho muita coisa pra me desfazer, aquelas que ainda não criei coragem de jogar no lixo. Assim, ainda tenho preocupações, que talvez também não tenha coragem de encarar, saudades com que lidar e muita matemática para estudar. Será que uma coisa está indiretamente ligada a outra?, idiretamente ligada a vontade, ou a falta dela? Preguiça ou otimismo? Só sei que comecei a me livrar tudo em um acesso de raiva, quando pensei, “isso tem que mudar!” Mudou!! Nada como jogar tudo o que nos incomoda em um gigantesco saco branco e nunca mais termos que olha pra isso, pena que o que não é tudo pode ser jogado alí e esquecido para sempre... 

Um comentário:

  1. Perfeito!! Nada melhor q fazer uma faxina... Saudades de vc!!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget